jusbrasil.com.br
12 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Contas da União TCU: XXXXX

Tribunal de Contas da União
há 13 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Julgamento

Relator

AUGUSTO NARDES

Documentos anexos

Inteiro TeorTCU__02783820086_419b1.rtf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

TOMADA DE CONTAS ESPECIAL. BOLSISTA DO CNPq. DESCUMPRIMENTO DO DEVER DE RETORNAR AO PAÍS E AQUI EXERCER ATIVIDADES LIGADAS AOS ESTUDOS QUE REALIZOU, ÀS CUSTAS DE RECURSOS PÚBLICOS FEDERAIS. CONTAS IRREGULARES. IMPUTAÇÃO DE DÉBITO.

1. É dever de todo aquele que é agraciado com bolsa de estudos no exterior, custeada por toda a sociedade, retornar ao país e aqui permanecer, pelo menos, por período igual ao da duração de sua bolsa, exercendo atividades ligadas aos estudos realizados.
2. O descumprimento desta obrigação conduz esta Casa a julgar irregulares as contas do responsável, imputando-lhe débito no valor correspondente aos recursos públicos federais investidos em sua formação intelectual
Disponível em: https://tcu.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/317885832/2783820086

Informações relacionadas

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 14 anos

Supremo Tribunal Federal STF - MANDADO DE SEGURANÇA: MS 26210 DF

Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região TRT-16: XXXXX-18.2017.5.16.0006 XXXXX-18.2017.5.16.0006

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp XXXXX DF 2019/XXXXX-7

Tribunal de Contas da União
Jurisprudênciahá 12 anos

Tribunal de Contas da União TCU: XXXXX